2019 tem tudo pra ser o ano da retomada na construção civil

Construção civil entra em 2019 com expectativa de que os empresários retomem a confiança e alavanquem a economia com novos investimentos

Resultado de imagem para construção civil

Expectativa é que os investimentos voltem com tudo na construção civil e, com isso, muitos empregos sejam criados. 

Um dos setores mais atingidos pela crise econômica que o país enfrentou nos últimos anos, a indústria da construção começou a mostrar sinais de recuperação, com crescimento do crédito imobiliário, retração no número de demissões e novos lançamentos previstos.

Para o ano de 2019, o cenário da indústria da construção civil demonstra viés de crescimento, segundo um levantamento realizado pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil do estado do Paraná (SINDUSCON-PR), porta-voz de mais de 4 mil empresas. A perspectiva é que o setor volte a crescer e retome a competitividade.

A sondagem revelou que pelo menos 59% dos empresários do setor esperam para o próximo ano crescimento em relação ao nível de atividades. A projeção reflete nos postos de trabalho do setor. De acordo com a pesquisa, mais de 90% dos empresários pretende contratar ou manter os funcionários.

Retomada do setor

O Índice de Confiança da Construção (ICST) avançou 1,5 ponto em outubro de 2018, chegando a 81,8 pontos. Neste sentido, a confiança dos consumidores teve um aumento de 120%, enquanto dos empresários o número cresceu e a expectativa é de 60% no setor. Com a confiança em recuperação, o cenário futuro mostra-se otimista. “A confiança é o principal ponto para o investimento, tanto para o empresário quanto para o consumidor”, afirma Sérgio Luiz Crema, presidente do Sinduscon-PR.

A expectativa acompanha as projeções de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro que, após apresentar quedas em 2015 (-3,77%) e 2016 (-3,59%) e leve alta em 2017 (0,98%), deve crescer 1,39% ainda neste ano e 2,50% em 2019, segundo as projeções do Banco Central.

“O baixo estoque de imóveis representa um grande potencial para o setor. O mercado já apresenta sinais de otimismo com o crescimento de áreas e unidades liberadas deste ano, impulsionando apostas em tendências para garantir o crescimento”, comenta Crema.

Tendências no setor para 2019

Os novos processos, métodos de execução e tecnologias devem continuar em ascensão no setor. De acordo com o Sinduscon-PR, três vetores de inovações prometem ter um aumento considerável no próximo ano, o BIM, as construções sustentáveis e os aplicativos.

Um dos grandes desafios da construção, a compatibilização de projetos, ganha um aliado muito importante, a tecnologia BIM (Building Information Modeling). A ferramenta tem o objetivo de unificar as informações e os detalhes de vários projetos de construção e criar um modelo 3D da obra, muito mais próximo do resultado final do que os protótipos 2D.

A sustentabilidade também é um tema que vem se tornando indispensável em qualquer empresa do ramo. A grande quantidade de resíduos e insumos, como por exemplo, energia elétrica e a utilização de recursos hídricos, representam um desafio na minimização dos impactos provocados pelas construções.
A mobilidade é uma evolução tecnológica que está sendo utilizada em, praticamente, todas as empresas que visam lucratividade e otimização. Na construção civil, a utilização de aplicativos móveis tem garantido bons resultados nos canteiros de obras.

Especialmente numa área de alta competitividade, como a construção civil, as tecnologias inovadoras mostram-se grandes aliadas para melhorar a competitividade das empresas.

Fonte: Tribuna do estado

Vendas globais de equipamentos registram bons resultados

Vendas globais de equipamentos registram bons resultados

Embora o volume alcançado em 2018 deva representar o pico do ciclo atual, as vendas de equipamentos em 2019 devem permanecer próximas aos níveis do ano passado

 

Segundo a empresa especializada em previsão e pesquisa de mercado Off-Highway Research (OHR), espera-se que as vendas globais de equipamentos de construção se estabilizem em 2019, após dois anos de forte crescimento.

De acordo com o relatório, a demanda mundial de equipamentos cresceu 27% em 2017, após um período de declínio de 2012 a 2016. O crescimento de dois dígitos em 2018 levou o mercado global a 1 milhão de unidades vendidas, com um valor de varejo de quase US $ 100 bilhões (€87,7 bilhões).

A demanda desta magnitude está alinhada com as recentes altas do mercado registradas em 2011 e 2007. Embora o volume alcançado em 2018 deva representar o pico do ciclo atual, as vendas de equipamentos em 2019 devem permanecer próximas aos níveis do ano passado.

“Em 2019, serão registradas quedas moderadas em vários mercados importantes, mas não deverão ser altas e serão parcialmente compensadas pelo crescimento contínuo em outros lugares. Como resultado, as vendas permanecerão acima de 900.000 unidades por ano no médio prazo”, diz Chris Sleight, diretor administrativo da Pesquisa Off-Highway.

Fonte: Revista M&T

Feicon Batimat 2019

Feicon Batimat 2019

Feicon Batimat 2019

Local: Local: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center Endereço: Rodovia dos Imigrantes, Km 1,5 – Água Funda – São Paulo

Data: 09/04/2019

Site do evento: www.feicon.com.br

Detalhes:

9 a 12 de Abril | 2019 São Paulo Expo – SP Terça a Sexta das 10h às 20h

Informações do Evento:

O Evento

Maior feira nacional de produtos para a indústria da construção civil.

Com 25ª edições de história e vivendo um novo momento, a Feicon Batimat é o único evento da América Latina que proporciona uma visão completa do mix de setores da construção civil e arquitetura, em um só lugar.
O evento é uma referência por ser considerado uma plataforma de inspiração, conhecimento e relacionamento para seus milhares de visitantes.
Uma vasta exposição e uma variedade de experiências, com foco em negócios, conteúdo, inovação e relacionamento, fazem com que a Feicon Batimat seja o início do calendário da construção civil no país.

2019 tem tudo pra ser o ano da retomada na construção civil

2019 tem tudo pra ser o ano da retomada na construção civil

ECONOMIA

2019 tem tudo pra ser o ano da retomada na construção civil

Construção civil entra em 2019 com expectativa de que os empresários retomem a confiança e alavanquem a economia com novos investimentos.

Um dos setores mais atingidos pela crise econômica que o país enfrentou nos últimos anos, a indústria da construção começou a mostrar sinais de recuperação, com crescimento do crédito imobiliário, retração no número de demissões e novos lançamentos previstos.

Para o ano de 2019, o cenário da indústria da construção civil demonstra viés de crescimento, segundo um levantamento realizado pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil do estado do Paraná (SINDUSCON-PR), porta-voz de mais de 4 mil empresas. A perspectiva é que o setor volte a crescer e retome a competitividade.

A sondagem revelou que pelo menos 59% dos empresários do setor esperam para o próximo ano crescimento em relação ao nível de atividades. A projeção reflete nos postos de trabalho do setor. De acordo com a pesquisa, mais de 90% dos empresários pretende contratar ou manter os funcionários.

Retomada do setor

O Índice de Confiança da Construção (ICST) avançou 1,5 ponto em outubro de 2018, chegando a 81,8 pontos. Neste sentido, a confiança dos consumidores teve um aumento de 120%, enquanto dos empresários o número cresceu e a expectativa é de 60% no setor. Com a confiança em recuperação, o cenário futuro mostra-se otimista. “A confiança é o principal ponto para o investimento, tanto para o empresário quanto para o consumidor”, afirma Sérgio Luiz Crema, presidente do Sinduscon-PR.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

A expectativa acompanha as projeções de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro que, após apresentar quedas em 2015 (-3,77%) e 2016 (-3,59%) e leve alta em 2017 (0,98%), deve crescer 1,39% ainda neste ano e 2,50% em 2019, segundo as projeções do Banco Central.

“O baixo estoque de imóveis representa um grande potencial para o setor. O mercado já apresenta sinais de otimismo com o crescimento de áreas e unidades liberadas deste ano, impulsionando apostas em tendências para garantir o crescimento”, comenta Crema.

Tendências no setor para 2019

Os novos processos, métodos de execução e tecnologias devem continuar em ascensão no setor. De acordo com o Sinduscon-PR, três vetores de inovações prometem ter um aumento considerável no próximo ano, o BIM, as construções sustentáveis e os aplicativos.

Um dos grandes desafios da construção, a compatibilização de projetos, ganha um aliado muito importante, a tecnologia BIM (Building Information Modeling). A ferramenta tem o objetivo de unificar as informações e os detalhes de vários projetos de construção e criar um modelo 3D da obra, muito mais próximo do resultado final do que os protótipos 2D.

A sustentabilidade também é um tema que vem se tornando indispensável em qualquer empresa do ramo. A grande quantidade de resíduos e insumos, como por exemplo, energia elétrica e a utilização de recursos hídricos, representam um desafio na minimização dos impactos provocados pelas construções.
A mobilidade é uma evolução tecnológica que está sendo utilizada em, praticamente, todas as empresas que visam lucratividade e otimização. Na construção civil, a utilização de aplicativos móveis tem garantido bons resultados nos canteiros de obras.

Especialmente numa área de alta competitividade, como a construção civil, as tecnologias inovadoras mostram-se grandes aliadas para melhorar a competitividade das empresas.

 

Fonte: https://www.tribunapr.com.br/noticias/2019-tem-tudo-pra-ser-o-ano-da-retomada-na-construcao-civil/

Quais são as tendências da engenharia civil para 2019?

Quais são as tendências da engenharia civil para 2019?

Muito se fala em tecnologia – e isso não é à toa! A inovação está por tudo. Inclusive, serve de base às principais tendências da Engenharia Civil em 2019. Há diversas promessas interessantes para o ramo no futuro. Sendo assim, construtoras que desejam seguir o ritmo imposto pelo mercado, entregar experiências positivas para seus clientes e não ficar a trás, devem estar atentas ao que vem por aí.

Além das tendências da Engenharia Civil já conhecidas, há várias em desenvolvimento ou que já fazem parte das iniciativas de algumas empresas. São elas:

  • Tijolos inteligentes: recursos modulares e bastante ecológicos. Eficazes, baratos e sustentáveis, quando feitos com material reciclável.
  • Drones: veículos aéreos não tripulados que podem ser usados para fins de imagens do canteiro de obras. Eles também são úteis para o levantamento topográfico e a construção de modelos 3D de edifícios.
  • Impressões 3D: a impressão tridimensional é usada no desenvolvimento de projetos na área de construção, principalmente no aproveitamento de materiais recicláveis.
  • Sistemas informatizados: o uso das estruturas organizadas e coordenadas entre si facilita o planejamento, a gestão e a integração de projetos. Além disso, promove a especialização na cadeia produtiva (insumos, materiais e serviços). Devemos, ainda, mencionar o cloud computing, que oferece inúmeras vantagens e facilidades para as empresas de todos os segmentos.
  • Softwares de gestão: a introdução de dispositivos móveis no dia a dia do canteiro de obras tende a aumentar nos próximos anos. Com esse recurso, é possível controlar as variáveis da construção por meio de dados. Obtendo assim, menos falhas e maior segurança de informações.

As perspectivas são promissoras! Em meio ao novo cenário do setor, empresas com capacidade de se adaptar e antecipar tendências serão altamente competitivas.

Continue a leitura para saber as tendências no segmento dentro dos próximos meses AQUI

Fonte: https://www.mobussconstrucao.com.br/blog/tendencias-da-engenharia-civil-2019/

Dia do Técnico em Segurança. Conheça a importância deste profissional

Dia do Técnico em Segurança. Conheça a importância deste profissional

Dia 27 de Novembro é comemorado o Dia do Engenheiro e Técnico de Segurança. Conheça um pouco desta profissão e saiba a sua importância.

O que faz um Técnico de Segurança?

Elabora e orienta atividades de segurança do trabalho e preservação física dos funcionários em empresas, construções e instalações industriais. Inspeciona equipamentos e condições de trabalho, investiga e analisa causas de acidentes para eliminar riscos. Desenvolve programas de treinamento e verifica o cumprimento das normas e procedimentos de segurança na aplicação de providências preventivas.

 

Parabéns pelo seu dia! Uma homenagem do Grupo SV aos profissionais que mais entendem de proteção e segurança.

Lembrar de quem protege é tão importante quanto proteger!

Vendas de materiais de construção em outubro crescem 4,1%, diz Abramat

Vendas de materiais de construção em outubro crescem 4,1%, diz Abramat

São Paulo – O faturamento deflacionado da indústria brasileira de materiais de construção em outubro subiu 4,1 por cento ante igual mês do ano passado e 0,1 por cento sobre setembro, informou nesta terça-feira, 6, a Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat).

No acumulado do ano até outubro, o setor faturou 1,6 por cento mais sobre o mesmo intervalo um ano antes, apurou a Abramat. Em 12 meses, o crescimento é de 2,3 por cento, de acordo com o levantamento.

A associação ressaltou que o desempenho nos 10 primeiros meses do ano está alinhado à previsão de alta de 1,5 por cento das vendas de materiais de construção em 2018 sobre 2017.

 

Fonte: Exame Abril